Deus o nosso Provedor

Deus o nosso provedor

DEUS O NOSSO PROVEDOR

As promessas de Deus não anulam o teste da fé e obediência na vida do crente, porém o Senhor o cobre com a sua provisão em tempo de crise. Mediante algumas circunstâncias temos a impressão que jamais iremos superar as crises que nos rodeiam. No entanto, devemos refletir sobre algumas pessoas que passaram por circunstâncias parecidas.

I – TEXTO BÍBLICO

(Gênesis 26:1-6).

E havia fome na terra, além da primeira fome, que foi nos dias de Abraão; por isso foi Isaque a Abimeleque, rei dos filisteus, em Gerar. E apareceu-lhe o SENHOR, e disse: Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser;

Peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei; porque a ti e à tua descendência darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão teu pai; E multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e darei à tua descendência todas estas terras; e por meio dela serão benditas todas as nações da terra; Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis. Assim habitou Isaque em Gerar.

II – A CIDADE DE GERAR

Gerar, em hebraico, significa “regaão” ou “lugar do pernoite”. Era a principal cidade dos filisteus, na época de Abraão e de Isaque, e estava localizada na fronteira sul da Filístia, não muito distante da cidade de Gaza. Abraão a visitou após a destruição de Sodoma (Gn. 20:1), assim como fez também Isaque, quando houve uma seca no restante de Canaã (Gên. 26:1). Era uma região fértil e bem regada.

Foi nessa região que ocorreu a sede do primeiro reino filisteu que se conhece na história. Ficava entre os desertos de Cade e de Sur. No que diz respeito à sua localização perto de Gaza e Berseba, ver Gn. 10:19, 20:1 e 26:1,26. Nos dias de Abraão, seus habitantes eram aguerridos e dedicados ao pastoreio. Os reis dessa cidade desejaram as esposas de Abraão e Isaque sem ter conhecimento disto, pois eles as apresentarem como suas irmãs.

Tal fato ocorreu devido ao receio de morrerem, pois, os reis locais tinham poderes absolutos sobre todas as mulheres, tanto do local quanto das que entrassem em seus domínios. Caso o marido dessas mulheres não concordasse, poderia facilmente morrer e sua mulher ser incorporada no harém real sem contestação. Neste caso, foram mentiras arriscadas, mas salvaram-lhes a vida.

Gerar tem sido identificada com o Tell Abu Hureirah, cerca de quinze quilômetros a sudeste de Gaza e a pouco mais de vinte e quatro quilômentros a noroeste de Berseba. Tell Jemmeh tem sido também identificado como o local da antiga gerar. Essa fica um pouco mais perto da orla marítima. Vários objetos ali encontrados indicam que era um lugar rico, provavelmente localizado em uma lucrativa rota de caravanas.

O bíblico vale de Gerar (Gênesis 26:17) provavelmente é o moderno Uádi el-Jerdr. Wikipédia, a enciclopédia livre.

III – O ANDAR NA DIREÇÃO DE DEUS É O SEGREDO PARA DESFRUTARMOS DA SUA PROVISÃO

O Texto citado no primeiro tópico nos fala de um período de fome sobre a terra, uma seca prolongada, e muitos estavam sofrendo por causa disto. Mas podemos ver desde o início Deus cuidando de Isaque, e lhe dando uma direção. Direção esta que exigiria obediência. Deus disse para Isaque “Não desças ao Egito”. O Egito aos olhos humanos naquela época era o local mais apropriado para estar, pois era a nação mais próspera da terra, a grande potência comercial daquela época.

Mas os pensamentos de Deus não são os nossos. Veja o que diz a Palavra: Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos (Isaías 55:8-9).

Hoje o Egito para nós representa o mundo, e para estarmos debaixo da proteção de Deus, como Isaque não devemos descer ao Egito. O mundo não é lugar para os servos de Deus. Mas infelizmente muitos não têm seguido os mandamentos do Senhor, e no meio das lutas e das tempestades, tem deixado de ser obedientes e tem descido ao Egito.

Ou seja, tem se desviado para o mundo. Mundo é lugar de idolatrias, de carnalidade. Lugar onde as pessoas se afastam de Deus. Se você tem trocado as bênçãos do Senhor e tem estado no Egito, volte correndo para o Senhor. Ele não se esqueceu de você. Deus deu uma direção para Isaque ficar em Gerar, que em Hebraico significa “alojamento” uma cidade dos filisteus. Neste lugar Deus iria cuidar dele, e podemos aprender muito com esta experiência de Isaque.

Medo e Fé

Uma lição é que medo e fé não combinam, veja o que diz a Palavra: E perguntando-lhe os homens daquele lugar acerca de sua mulher, disse: É minha irmã; porque temia dizer: É minha mulher; para que porventura (dizia ele) não me matem os homens daquele lugar por amor de Rebeca; porque era formosa à vista.

E aconteceu que, como ele esteve ali muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhou por uma janela, e viu, e eis que Isaque estava brincando com Rebeca sua mulher. Então chamou Abimeleque a Isaque, e disse: Eis que na verdade é tua mulher; como, pois, disseste: É minha irmã? E disse-lhe Isaque: Porque eu dizia: Para que eu porventura não morra por causa dela (Gênesis 26:7-9).

Isaque ficou com medo de falar que Rebeca era sua esposa, porque ele sabia que muitos morriam nesta situação, quando um homem peregrino chegava a uma terra estrangeira e tinha uma bela esposa, muitos morriam e a sua esposa era tomada a força por outro.

Mas Isaque tinha uma promessa de proteção. Deus havia falado que iria cuidar dele. Não precisamos dar uma mãozinha para Deus cumprir sua promessa. Tire as suas mãos para que Deus coloque a Dele. Se Deus falou que vai cuidar, Ele Vai. Se Deus falou que vai Cumprir Ele vai cumprir. Creia e tire o medo e a incredulidade do coração, e fique firme na promessa.

A Fidelidade de Deus

Aprendo que obediência e fidelidade de Deus é igual a milagre, veja o que diz a Palavra: E semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas, porque o SENHOR o abençoava. E engrandeceu-se o homem, e ia enriquecendo-se, até que se tornou mui poderoso (Gênesis 26:12-13).

Isaque obedeceu ao Senhor, e começou a lançar as sementes na terra! Você tem sementes de fé em suas mãos? O que está esperando para lança-las na terra que o Senhor colocou a sua frente, seja obediente, e desta forma vera a Glória de Deus. Grande foi a colheita, grande foi a provisão de Deus.

Mas infelizmente nem todos ficam felizes quando somos abençoados pelo Senhor. Existe um sentimento no homem que se chama inveja, veja o que diz a Palavra de Deus: E tinha possessão de ovelhas, e possessão de vacas, e muita gente de serviço, de maneira que os filisteus o invejavam. E todos os poços, que os servos de seu pai tinham cavado nos dias de seu Pai Abraão, os filisteus entulharam e encheram de terra. (Gênesis 26:14-15).

Nem todos compartilham nossos sonhos

Muitas vezes em nossas vidas é da mesma maneira. Nem todos compartilham nossos sonhos. Nem todos ficam felizes com nossa vitória, e assim como aconteceu com Isaque os invejosos vem e jogam areia em nossos sonhos, jogam pedras, querem entulhar nossos poços (vitórias que Deus nos deu).

Mas existe algo sobre a vida do servo de Deus que ninguém consegue tirar ou matar. Este algo se chama “PRESENÇA DE DEUS”, e não importa onde você estiver, esta presença te acompanhara. Veja o que diz a Palavra: Disse também Abimeleque a Isaque: Aparta-te de nós; porque muito mais poderoso te tens feito do que nós. Então Isaque partiu dali e fez o seu acampamento no vale de gerar, e habitou lá. E tornou Isaque e cavou os poços de água que cavaram nos dias de Abraão seu pai, e que os filisteus entulharam depois da morte de Abraão, e chamou-os pelos nomes que os chamara seu pai.

Primeiro poço

Cavaram, pois, os servos de Isaque naquele vale, e acharam ali um poço de águas vivas (Gênesis 26:16-19). Isaque foi expulso da terra dos filisteus, e teve que ir morar no vale de Gerar. De todos os lugares que existiam naquela região, Isaque foi parar no vale. Quantas vezes estamos passando por situações semelhantes, estamos passando pelo vale, o inimigo pode até pensar que esta triunfando. Mas lembre-se sobre a vida do servo de Deus está a presença do Senhor.

“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.(Salmos 23:4)”. Mesmo no vale, Isaque foi abençoado. Nesta passagem podemos refletir em algo tremendo que o Senhor ministra aos nossos corações. Não era o lugar em si que era abençoado, mas a bênção de Deus estava lá por causa de Isaque, herdeiro da promessa.

E a partir do momento que Isaque foi expulso de lá, a bênção do Senhor o acompanhou. Mesmo no vale ele pôde desfrutar da bênção de Deus, porque ele cavou novos poços e encontrou um poço de águas vivas. Creia que sobre a tua vida também tem esta fonte de água viva que se chama Jesus Cristo. Não importa aonde você está, seja no deserto, seja no vale, a bênção do Senhor irá te acompanhar, e mesmo nas situações mais difíceis o Senhor nos ensina a ser totalmente dependentes Dele.

Não importa quantos poços (bênçãos) os seus inimigos tentem entulhado, não pare de cavar, não pare de lutar, insista você ainda vai glorificar o nome do Senhor. E os pastores de Gerar porfiaram com os pastores de Isaque, dizendo: Esta água é nossa. Por isso chamou aquele poço Eseque, porque contenderam com ele (Gênesis 26:20).

A inveja

Mas vemos também na passagem acima, a que nível a inveja pode levar o ser humano. Mesmo no vale, o inimigo foi contender com ele. Em hebraico, Eseque significa contenda. Mas o que mais chama a atenção nesta passagem é a postura de Isaque. Porque mesmo ele sendo mais forte que os filisteus, ele não brigou, ele não lutou por aquele poço.

Isaque sabia que aonde ele estivesse a bênção do Senhor o acompanharia, podemos aprender nesta passagem que não devemos lutar com o braço de carne. Devemos aprender a confiar em Deus porque ele pelejara por nós. “Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12”.

Se você está passando por algum tipo de contenda em sua vida, pare de brigar, dobre seus joelhos, e entregue a sua causa ao Senhor, e confie nele. Então cavaram outro poço, e também porfiaram sobre ele; por isso chamou-o Sitna. (Gênesis 26:21).

Cavando mais poços

Isaque saiu daquele lugar e cavou outro poço, e novamente o inimigo veio para roubar a bênção de Isaque. Sitna em hebraico significa inimizade, e o inimigo das nossas almas está sempre pelejando contra as nossas vidas. Mas devemos crer na palavra de Deus que diz, “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; 2 Coríntios 10:4”. Maior é o que está conosco.

Mas novamente Isaque confiou em Deus e finalmente pode ter um pouco de descanso. E partiu dali, e cavou outro poço, e não porfiaram sobre ele; por isso chamou-o Reobote. E disse: Porque agora nos alargou o SENHOR, e crescemos nesta terra (Gênesis 26:22).

Depois de muito tempo, Isaque cavou outro poço, e o inimigo desistiu, porque reconheceu que Deus era na vida de Isaque, e não importava quantos poços eles roubassem ou tapasse Deus sempre teria uma nova provisão para o seu servo. Neste ponto da história vemos que Isaque começou novamente a crescer na terra, mesmo no vale a provisão de Deus era abundante sobre a sua vida. Mas o que Isaque não sabia, era que Deus tinha mais para sua vida. Isaque tinha sido fiel ao Senhor, e agora ele iria desfrutar o melhor de Deus para sua vida, veja o que diz a Palavra:

Depois subiu dali a Berseba. (Gênesis 26:23). Este pequeno versículo, tem um segredo grande e que pode passar por despercebido. Neste ponto da história, Isaque havia saído vale, no vale ele havia perseverado. Vale é lugar de passagem, é o lugar onde vamos aprender a confiar mais em Deus, a depender Dele. Mas é apenas uma passagem, um aprendizado, precisamos subir para Berseba, que espiritualmente falando “É O LUGAR DE CUMPRIMENTO DE PROMESSAS”.

Após o vale vem a vitória

Isaque foi fiel no vale e agora iria desfrutar das promessas em abundância sobre sua vida. Creia que se você estiver passando pelo vale (vale da vergonha, do desemprego, das dívidas, das tensões familiares, da tristeza, da inveja etc…), busque a direção de Deus. Se lance aos pés do Senhor, rasgue o seu coração, viva a Palavra, seja fiel, creia que este vale vai passar, e você vai subir para Berseba. Irá ver se cumprindo sobre a sua vida a promessa do Senhor.

E apareceu-lhe o SENHOR naquela mesma noite, e disse: Eu sou o Deus de Abraão teu pai; não temas, porque eu sou contigo, e abençoar-te-ei, e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão meu servo (Gênesis 26:24). Glória a Deus, Deus aparece para Isaque confirma sua promessa, a segunda vez só neste capitulo, com isto vemos que Deus está sempre presente, e aprendemos que: “OBEDIÊNCIA + FIDELIDADE É IGUAL MILAGRE”.

Como é tremendo estar no centro da vontade do Senhor e ver a promessa se cumprindo. Para encerrarmos este texto veja o que diz a Palavra de Deus: Então edificou ali um altar, e invocou o nome do SENHOR, e armou ali a sua tenda; e os servos de Isaque cavaram ali um poço (Gênesis 26:25).

Depois de uma noite abençoada na presença de Deus, onde Deus falou poderosamente com Isaque, onde depois de um culto o coração do servo do Senhor foi avivado, onde a fé e a obediência andaram juntas.

 

IV – Isaque nos ensina quatro passos de um servo fiel:

1- Ele edificou um altar

Em resumo, Isaque criou um lugar de adoração. Nós como escolhidos do Senhor somos altares do Espírito Santo e devemos adorar ao Senhor em espírito e em verdade. Devemos estar sempre na presença do Senhor, não importa as lutas, não importa o momento. Seja no vale, seja no deserto, seja na vitória. Sempre temos que estar com o nosso altar preparado para adorar ao Senhor, nada pode calar um adorador.

2- Ele invocou o nome de Senhor

Isaque sabia a quem recorrer no momento da angustia, e sabia também a quem agradecer no momento da vitória. Podemos clamar ao Senhor, porque Ele nos responde. Podemos pedir, podemos buscar a Deus através de Jesus. Aliás, o nome de Jesus esta “Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro (Efésios 1:21)”. Nunca cesse de buscar ao Senhor, Ele sempre vem te socorrer.

3- Ele armou a sua tenda

Perceba que Isaque armou a sua tenda perto do altar do Senhor. Você somente terá vitória se estiver perto do altar, perto da presença de Deus. Sua casa tem que estar no altar, temos que falar como Josué, “porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR. (Josué 24:15)”.

Arme sua tenda, estabeleça um lugar de culto, um lugar de adoração. Você precisa se firmar em Deus, precisa estar na igreja se alimentando da Palavra, aprendendo os caminhos de Jesus, vivendo o evangelho.

4 – Os servos de Isaque cavaram um poço

Mesmo estabelecido em Berseba ( Lugar de cumprimento de promessa ), mesmo depois levantar um altar ( Lugar de Adoração ), mesmo depois de invocar o nome do Senhor (Lugar de Buscar ao Senhor), Isaque não deixou de cavar um poço (Lugar de trabalho). Temos que entender que o nosso descanso é somente na nossa Pátria Celestial.

Enquanto estivermos nesta terra teremos que trabalhar, temos que estar sempre ativos, podemos até ter alguns momentos de descanso, mas logo teremos que trabalhar novamente. Se o desanimo tem tomado conta da sua vida, busque ao Senhor, não desista.

Você que trabalha na obra do Senhor, não pare. Seu trabalho não é em vão, se você tem as ferramentas certa ( Dons ). Não deixe de usa-los, nunca deixe de lutar, nunca abaixe a guarda, esteja sempre atendo, Deus te chamou para dar fruto, grande é a ceara e poucos são os ceifeiros. (http://evangelistaneisaldanha.blogspot.com.br/2012/01/blog-post.html). 

 

REFERÊNCIAS

– Bíblia Palavra Chave (ARC)

– Apontamentos Teológicos do Autor

– Dicionário da Língua Português Online

– Wikipédia, a enciclopédia livre.

 

Comentário Pastor Josaphat Batista – Pr. Presidente da Assembleia de Deus em Ibotirama-Bahia. Pós-Graduado em Docência do Ensino Superior. Bacharel em Teologia convalidado pelo MEC. Membro do CEECRE (Conselho Estadual de Educação e Cultura Religiosa da CEADEB). Diretor da ESTEADI (Escola Teológica da Assembleia de Deus em Ibotirama). Presidente do Conselho de Pastores e Líderes Evangélicos de Ibotirama (CONPLEI). Conferencista, Seminarista, Escritor e fundador dos Congressos EBD no Campo de Camaçari-Ba.

 

Deixe seu comentário
Deus o nosso Provedor