Provisão de Deus no Monte do Sacrifício

A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício

A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO

 

O Deus de Abraão (Jeovah Jiré) se apresenta, mais uma vez a Abraão como o provedor e demonstra, para o nosso Pai na fé, que a obediência é a chave da prosperidade e não as crendices e superstições que existem por aí.

 

I – O COMOVENTE PEDIDO DE DEUS A ABRAÃO

A. Definição de uma prova de fé.

1. Quando Deus nos pede para suportar o que parece insuportável; fazer o que parece irracional; espere o que parece impossível.

2. Se com José na prisão, Moisés e Israel no Mar Vermelho, Davi na caverna, ou Abraão no monte Moriá, a lição é a mesma.

3. Devemos viver pelas promessas, e não de explicações.

B. Observe como foi o pedido irracional de Deus a Abraão.

1. Isaque era o único filho de Abraão.

2. O futuro da aliança repousava nele.

3. Ele era o filho milagre que Deus deu a Abraão e Sara em resposta a sua fé.

C. Nossa primeira resposta às provas.

1. Por que, Senhor? Ou Por que eu?

2. Deus tem o Seu propósito para todas as coisas que vêm em nossa direção.

3. Às vezes, elas são para purificar a nossa fé, para aperfeiçoar o nosso caráter, ou até mesmo para nos proteger do pecado (exemplo Paulo e o espinho na carne).

D. A resposta de Abraão foi a obediência.

1. Ele sabia que Deus nunca contradiz as Suas promessas.

2. Ele acreditava que, mesmo que Deus lhe permitisse matar o seu filho; Deus poderia e iria ressuscitá-lo dentre os mortos. (Hebreus 11:17-19 ) “Pela fé Abraão, sendo provado, ofereceu Isaque; sim, ia oferecendo o seu unigênito aquele que recebera as promessas, e a quem se havia dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, julgando que Deus era poderoso para até dos mortos o ressuscitar; e daí também em figura o recobrou”.

3. Abraão disse aos seus servos: “Eu e o rapaz iremos até lá e, havendo adorado, e voltaremos” v. 5

4. A fé não exige explicações, a fé se baseia nas promessas. (Hebreus 11:1) “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem”.

a. Abraão creu e obedeceu a Deus quando ele não sabia onde. V. 8

b. Quando ele não sabia quando. V. 9-10

c. Quando ele não sabia como. V. 11-12

d. Quando ele não sabia por quê. V. 17-19

A obediência de Abraão

Abraão tinha obedecido a Deus muitas vezes em sua caminhada com Ele, mas nenhum teste poderia ter sido mais severo do que o de Gênesis 22. Deus comandou: “Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi” (Gênesis 22:2).

Esse foi um pedido impressionante porque Isaque era o seu filho da promessa. Como Abraão respondeu? Com obediência imediata; na manhã seguinte, Abraão começou a sua jornada com dois servos, um jumento, seu amado filho Isaque e com a lenha para o holocausto.

Sua obediência inquestionável ao comando aparentemente confuso de Deus deu a Deus a glória que Ele merece e nos deixou um exemplo de como devemos glorificá-lO. Quando obedecemos da mesma forma que Abraão, confiando que o plano de Deus é o melhor possível, nós elevamos Seus atributos e O louvamos por eles.

A obediência de Abraão à face de um comando tão difícil exaltou o amor soberano de Deus, Sua bondade, o fato de que Ele é digno de confiança, e nos deixou um exemplo a seguir. Sua fé no Deus que ele passou a conhecer e amar colocou Abraão na lista de heróis da fé em Hebreus 11. (https://gotquestions.org/Portugues/Abraao-Isaque.html).

 

II – A PROVISÃO DE DEUS NA VIDA DE ABRAÃO

A. Dois pensamentos chave nesta passagem.

1. “… Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto…” v. 8.

2. “Jeová-Jiré… no monte do Senhor se proverá” v.14.

B. De que poderia Abraão depender?

1. Não de seus sentimentos! Este era o seu filho amado, suas emoções estavam enviando todos os tipos de bandeiras vermelhas sobre isso.

2. Não de outras pessoas! Sara estava em casa, seus servos estavam esperando no acampamento, ele estava enfrentando esta prova a sós com Deus.

3. Mas ele podia depender da promessa e da provisão do Senhor!

4. Quando nos deparamos com situações que parecem sem esperança, precisamos nos perguntar: “Há alguma coisa difícil para o Senhor?”.

C. Deus proveu o sacrifício que era necessário. V.13

1. Onde? No lugar que Deus nos instrui a estar, não temos o direito de esperar a provisão de Deus se não estamos em Sua vontade.

2. Quando? Apenas quando temos a necessidade, Deus nunca tarda… Ele está sempre na hora certa.

3. Como? Muitas vezes de formas que são bastante naturais.

4. Para quem? Para aqueles que confiam nEle e obedecem suas instruções .

5. Por quê? Para a sua própria glória!

A fé de Abraão

Deus usou a fé de Abraão como um exemplo de que fé é o único caminho a Deus. Gênesis 15:6 diz: “creu ele no SENHOR, e imputou-lhe isto por justiça”. Essa verdade é a base da fé Cristã, como confirmado por Romanos 4:3 e Tiago 2:23. A justiça que foi creditada a Abraão é a mesma justiça a nós creditada quando recebemos pela fé o sacrifício que Deus providenciou pelos nossos pecados – Jesus Cristo.

“Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Coríntios 5:21). A história do Velho Testamento sobre Abraão é a base do ensino do Novo Testamento sobre a Expiação, a oferta do sacrifício do Senhor Jesus na cruz pelo pecado da humanidade. Jesus disse, muitos séculos depois: “Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se” (João 8:56).

Algumas narrativas bíblicas

Encontre a seguir alguns paralelos entre as duas narrativas bíblicas:  “Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque”(Gênesis 22:2); “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito…” (João 3:16). “…vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali…”(v.2);

Acredita-se que foi nessa área onde a cidade de Jerusalém foi construída muitos anos depois e onde Jesus foi cruficado fora da porta de sua cidade (Hebreus 13:12). “oferece-o ali em holocausto” (v.2); “Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras” (1 Coríntios 15:3). “E tomou Abraão a lenha do holocausto, e pô-la sobre Isaque seu filho” (v.6); Jesus: “E, levando ele às costas a sua cruz…” (João 19:17). 

“… mas onde está o cordeiro para o holocausto?” (v.7); João disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29). Isaque, o filho, agiu em obediência ao seu pai em se tornar o sacrifício (v.9); Jesus orou: “Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade” (Mateus 26:37).     (https://gotquestions.org/Portugues/Abraao-Isaque.html).

Leia mais sobre a Fidelidade de Deus.

 

III – AS RECOMPENSAS DE ABRAÃO

Como é maravilhoso permanecermos obedientes a palavra do Senhor, pois tal como Abraão, o nosso Pai na fé, tenhamos assegurada a nossa esperança em Cristo, pois o mesmo ofereceu sacrifício por nós afim de providenciar o nosso perdão para nós pecadores que outrora andávamos errantes como Ovelhas sem Pastor.

A. Abraão recebeu uma nova aprovação de Deus. “Agora sei que temes a Deus”

B. Ele recebeu de volta um novo filho.

1. Isaque era agora um sacrifício vivo.

2. Deus deu a Abraão Isaque e Abraão o deu de volta a Deus apenas para recebê-lo novamente.

3. Devemos sempre ter cuidado para que os dons de Deus não tome o lugar do Doador.

C. Deus deu a Abraão novas garantias.

1. Ele tinha ouvido essas promessas antes.

2. Mas, agora, elas assumiram um novo significado para ele.

3. Junto com essas novas garantias veio um novo nome para Deus… Jeová-Jiré, o Senhor cuidará dele.

 

CONCLUSÃO

Deus propôs uma bela imagem de Cristo neste relato do Antigo Testamento da prova de fé de Abraão. Vemos em Isaque à obediência de Cristo à vontade do Pai. Em Abraão vemos o sacrifício do Pai para dar o seu Filho unigênito. E profeticamente vemos o Cordeiro de Deus que iria tomar o nosso lugar para que pudéssemos ter comunhão com Deus. Por isso podemos sempre dizer: Deus é o nosso Provedor!

 

REFERÊNCIAS

– Bíblia Palavra Chave (ARC)

– Apontamentos Teológicos do Autor

– Dicionário da Língua Português Online

– Wikipédia, a enciclopédia livre.

– http://www.opregadorfiel.com.br/2014/08/a-fe-de-abraao-parte-13.html

– https://gotquestions.org/Portugues/Abraao-Isaque.html

 

Comentário Pastor Josaphat Batista – Pr. Presidente da Assembleia de Deus em Ibotirama-Bahia. Pós-Graduado em Docência do Ensino Superior. Bacharel em Teologia convalidado pelo MEC. Membro do CEECRE (Conselho Estadual de Educação e Cultura Religiosa da CEADEB). Diretor da ESTEADI (Escola Teológica da Assembleia de Deus em Ibotirama). Presidente do Conselho de Pastores e Líderes Evangélicos de Ibotirama (CONPLEI). Conferencista, Seminarista, Escritor e fundador dos Congressos EBD no Campo de Camaçari-Ba.

 

Deixe seu comentário
Provisão de Deus no Monte do Sacrifício