Uma Família Nada Perfeita

Uma Família Nada Perfeita

Uma Família Nada Perfeita

Texto Áureo

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.” (Gl 6.7)

Verdade Prática

Tudo o que os membros da família plantarem colherão. Essa é uma lei universal de Deus que pode ser constatada na própria natureza.

2 Samuel 3.2-5; 5.13-15; 12.10-13a

Introdução

O rei Davi é conhecido como um homem segundo o coração de Deus (1Sm 13.14), mas a história da sua família é uma história de desafios e imperfeições. Este artigo analisará a vida familiar de Davi e os problemas morais que afligiram sua casa. A partir disso, é possível tirar lições sobre a importância de buscar a sabedoria de Deus e de agir com vigilância na criação de nossos próprios filhos.

Neste estudo, investigaremos a vida de Davi e sua família, observando os desafios que enfrentaram e as lições que podemos aprender com suas experiências. Vamos abordar os eventos e personagens centrais na vida de Davi, refletindo sobre as implicações espirituais de suas ações.

O Rei Davi e sua grande Família

1. Davi, o ungido por Deus.

Davi foi escolhido por Deus para ser o rei de Israel (1Sm 16.12-13), sendo o homem que lideraria o povo de Deus e o levaria à prosperidade. Sua unção mostrava o favor divino e a missão que Deus tinha reservado para ele. Porém, mesmo sendo um homem escolhido por Deus, Davi não estava isento de falhas e imperfeições, como veremos ao longo deste artigo.

Artigo Relacionado  Quando a Família age por conta própria

2. Davi, o homem de Deus.

Apesar de seus erros, Davi sempre buscou estar próximo de Deus e seguir seus mandamentos (Sl 119.11). Ele se arrependeu sinceramente de seus pecados e buscou a misericórdia divina (2Sm 12.13). Essa busca constante pelo relacionamento com Deus é uma lição importante para nós, pois mesmo em meio às falhas e imperfeições, podemos buscar a orientação e o perdão divinos.

3. A grande família de Davi.

Davi teve muitas esposas e filhos (2Sm 5.13-16). Essa estrutura familiar complexa acabou gerando rivalidades e disputas internas, muitas vezes com graves consequências para todos os envolvidos. A história de Davi nos mostra que mesmo as famílias com grande proximidade a Deus podem enfrentar sérias dificuldades e problemas.

Filhos e parentes na casa de Davi

1. Tamar.

Tamar era filha de Davi e irmã de Absalão. Ela foi estuprada por seu meio-irmão Amnom (2Sm 13.1-22). Este evento trouxe grande dor e sofrimento para Tamar, mas também foi o estopim para uma série de eventos trágicos na família de Davi.

Artigo Relacionado  A Predileção dos Pais por um dos Filhos

2. Absalão.

Absalão, filho de Davi e irmão de Tamar, ficou revoltado com a ação de Amnom e planejou sua vingança. Ele acabou assassinando Amnom em uma festa (2Sm 13.23-29). Absalão também se rebelou contra seu pai e tentou tomar o trono de Israel (2Sm 15.1-12), o que levou a uma guerra civil e, eventualmente, à sua própria morte (2Sm 18.9-15).

3. Amnom.

Amnom, o filho mais velho de Davi, cometeu o ato terrível de estuprar sua meia-irmã Tamar (2Sm 13.1-22). Este ato hediondo trouxe sofrimento e dor à sua própria família e, em última instância, resultou em sua morte pelas mãos de seu irmão Absalão (2Sm 13.23-29).

4. Jonadabe, um conselheiro do mal.

Jonadabe era primo de Amnom e o aconselhou a armar um plano para estuprar Tamar (2Sm 13.3-5). Ele desempenhou um papel crucial no desencadeamento da tragédia que se seguiu, mostrando como um mau conselheiro pode levar à ruína e destruição.

O problema moral na Família de Davi

1. As consequências de sua falta de domínio próprio.

A falta de domínio próprio de Davi, como visto em seu adultério com Bate-Seba e o assassinato de Urias (2Sm 11.1-27), teve sérias consequências para sua família. Deus disse a Davi que a espada nunca se afastaria de sua casa (2Sm 12.10). A falta de domínio próprio de Davi trouxe sofrimento e dor à sua família e também afetou seu relacionamento com Deus.

Artigo Relacionado  O Reinado de Davi

2. Incesto e morte na família.

A tragédia do estupro de Tamar e a subsequente vingança de Absalão sobre Amnom revelam a extensão dos problemas morais na família de Davi. Esses eventos terríveis enfatizam a importância de ensinar e viver de acordo com os princípios morais e éticos estabelecidos por Deus.

3. Vigilância, proximidade e exemplo.

A história da família de Davi nos mostra a necessidade de vigilância, proximidade e exemplo na educação dos filhos. É fundamental que os pais estejam atentos às atitudes e comportamentos de seus filhos, oferecendo orientação e correção quando necessário. Além disso, é importante que os pais sejam exemplos de retidão e integridade, ensinando seus filhos a viverem de acordo com os princípios divinos.

Conclusão

A história da família de Davi nos ensina que mesmo as famílias escolhidas por Deus podem enfrentar problemas e dificuldades. É essencial que busquemos a orientação e a sabedoria divinas na criação de nossos filhos, estando atentos às suas necessidades e comportamentos. Além disso, devemos ser exemplos de retidão e integridade, ensinando nossos filhos a viverem de acordo com os princípios estabelecidos por Deus.

Davi, um homem segundo o coração de Deus, enfrentou problemas morais e familiares significativos. Através desses eventos, podemos aprender a importância do arrependimento sincero, do domínio próprio e da busca constante por um relacionamento com Deus.

Sobre

Categorias

Categorias

Extras

No Portal você encontrará Comentários da EBD, Resumo de Livros e Esboços para Sermões

Subsídios para EBD
Sermões Bíblicos
Resumo de Livros

Dicas de Leitura
Subsídio para Missão

Aprenda Mais

Copyright © 2023 CTEC Vida Cristã. Todos os direitos reservados.