Como melhorar o Relacionamento entre Nora e Sogra

O relacionamento entre nora e sogra

Como melhorar o Relacionamento entre Nora e Sogra

Texto Áureo

“Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me afaste de ti; porque, aonde quer que tu fores, irei eu e, onde quer que pousares à noite, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus.” (Rt 1.16)

Verdade Prática

A cristã exalta o amor familiar e, mais especificamente, o respeito e a honra entre nora e sogra, bem como genro e sogro.

Rute 1.1-5,8, 12-14

Introdução

O relacionamento entre nora e sogra é um tema que transcende culturas e tempos. A história de Rute e Noemi, narrada no livro de Rute, é um exemplo emblemático dessa relação. Este artigo analisa a história de Rute e Noemi à luz do contexto da época, examinando como elas superaram crises econômicas e existenciais juntas, fortalecendo seu relacionamento e sua fé em Deus. Através da análise dessa história, são destacadas outras referências bíblicas que abordam o amor, o respeito e a lealdade entre familiares.

A crise Econômica na terra da Judeia

1 – A escassez que provocou fome na “casa de pão” (Rt 1.1)

A história de Rute e Noemi começa com uma crise econômica na terra de Judá. A região, também conhecida como “casa de pão”, enfrentou uma escassez de alimentos que levou muitas famílias à fome (Rt 1.1). Este cenário ilustra a vulnerabilidade da sociedade da época, principalmente para aqueles que dependiam da agricultura para sobreviver. Em Gênesis 12.10, Abraão também enfrenta uma situação semelhante, quando uma fome severa o força a ir ao Egito em busca de alimento.

2 – A crise de uma família (Rt 1.1-3)

Noemi e sua família foram diretamente afetadas pela crise. Eles perderam seu sustento e, eventualmente, seu marido e dois filhos. A situação de Noemi e suas noras, Rute e Orfa, se torna ainda mais difícil pela falta de perspectiva econômica e social. Essa crise familiar se torna o pano de fundo para a história de Rute e Noemi. Em Jó 1.13-19, encontramos um exemplo de outra família que sofreu perdas devastadoras e enfrentou adversidades extremas.

Artigo Relacionado  A Mordomia da Família

Superando as crises existenciais

1 – Noemi decide voltar à sua terra (Rt 1.6-8)

Diante de tantas adversidades, Noemi decide retornar à sua terra natal em busca de apoio e conforto. Ela incentiva suas noras a ficarem em sua terra natal, Moabe, onde teriam melhores oportunidades de casamento e sustento (Rt 1.6-8). A história de José, em Gênesis 37-45, também mostra como ele superou as crises existenciais e encontrou um propósito em meio às adversidades, assim como Noemi.

2 – Rute conhece o Deus de sua sogra (Rt 1.16)

Rute demonstra um amor incondicional por sua sogra, recusando-se a deixá-la sozinha em sua jornada. Ela professa sua fé no Deus de Noemi e promete acompanhá-la onde quer que vá: “Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me afaste de ti; porque, aonde quer que tu fores, irei eu e, onde quer que pousares à noite, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus.” (Rt 1.16). Através deste ato de lealdade, Rute e Noemi enfrentam a crise juntas, fortalecendo seu relacionamento. A fé de Rute, uma moabita, no Deus de Israel é um exemplo de como a fé pode unir pessoas de diferentes origens, como visto em João 4, onde Jesus demonstra amor e misericórdia à mulher samaritana, compartilhando o propósito de Deus.

3 – Unidas contra a crise

A decisão de Rute de acompanhar Noemi mostra a importância do apoio mútuo em tempos de dificuldade. Juntas, elas enfrentam a crise econômica e emocional, compartilhando suas angústias e esperanças. Este vínculo entre sogra e nora transcende as diferenças culturais e religiosas, mostrando a força do amor e da lealdade. Em Provérbios 17.17, somos lembrados de que “um amigo ama em todos os momentos, e um irmão nasce para ajudar em tempos de adversidade”.

Artigo Relacionado  Uma Família Nada Perfeita

Fé e Trabalho numa nova perspectiva

1 – A chegada à terra do pão (Rt 1.19)

Ao chegarem em Belém, Rute e Noemi encontram um novo cenário, diferente do que haviam deixado. A terra do pão, antes desolada pela fome, agora mostrava sinais de recuperação e prosperidade. Isso representava uma nova oportunidade para ambas reconstruírem suas vidas e restabelecerem sua fé em Deus. Em 1 Samuel 1, Ana enfrenta sua própria crise pessoal, e ao buscar a Deus com fé e determinação, é abençoada com um filho, Samuel.

2 – Recuperando a autoestima (Rt 1.15-18)

Rute, uma estrangeira em terras de Israel, enfrenta desafios para se adaptar à nova realidade. Noemi a incentiva a buscar trabalho no campo de Boaz, um parente próximo e homem respeitável (Rt 2.1). Rute demonstra coragem e humildade, trabalhando arduamente para sustentar a si mesma e sua sogra. Sua dedicação e fé em Deus são recompensadas, e ela é bem acolhida por Boaz e sua comunidade (Rt 2.8-12). Em Efésios 4.28, somos lembrados da importância do trabalho honesto e da partilha com os necessitados.

3 – A honra do trabalho no campo de Boaz (Rt 2.8-17)

Boaz reconhece a lealdade e o caráter de Rute, garantindo sua proteção e bem-estar no campo. Ele a abençoa com generosidade, assegurando que ela e Noemi tenham alimento suficiente. O trabalho de Rute no campo de Boaz simboliza a honra do trabalho honesto e a bênção de Deus sobre aqueles que perseveram em meio às adversidades. Em Colossenses 3.23-24, somos encorajados a trabalhar com todo o coração, como para o Senhor, sabendo que é Dele que receberemos a recompensa.

Artigo Relacionado  O Milagre está em sua Casa para abençoar

Conclusão

A história de Rute e Noemi é um exemplo poderoso do amor, respeito e lealdade entre nora e sogra. Elas enfrentam crises econômicas e existenciais juntas, superando-as através da fé e do trabalho. A narrativa também enfatiza a importância de manter a autoestima e buscar oportunidades em meio às adversidades. Ao analisar essa história bíblica e outras referências relacionadas, podemos extrair lições valiosas sobre o relacionamento entre nora e sogra, bem como a importância do apoio mútuo, da fé e da perseverança.

Perguntas frequentes

1. O que a história de Rute e Noemi nos ensina sobre o relacionamento entre nora e sogra?

A história de Rute e Noemi destaca a importância do amor, da lealdade e do apoio mútuo entre nora e sogra. Elas enfrentam juntas as crises econômicas e existenciais, fortalecendo seu vínculo e sua fé em Deus.

2. Como Rute e Noemi superaram a crise econômica na terra da Judeia?

Rute e Noemi superaram a crise econômica voltando para Belém, onde encontraram um cenário mais próspero. Rute trabalhou arduamente no campo de Boaz, garantindo sustento para ambas.

3. Qual é a importância da fé na história de Rute e Noemi?

A fé desempenha um papel crucial na história de Rute e Noemi, pois elas confiam em Deus para guiá-las e sustentá-las em meio às adversidades. A fé de Rute no Deus de Noemi fortalece seu relacionamento e as ajuda a superar as crises.

4. Como a história de Rute e Noemi pode ser aplicada às nossas vidas hoje?

A história de Rute e Noemi nos mostra a importância de enfrentar as adversidades com coragem, fé e perseverança. Ela também destaca a importância do apoio mútuo, especialmente em tempos difíceis.

5. O que o relacionamento entre Rute e Boaz representa?

O relacionamento entre Rute e Boaz simboliza a recompensa pela lealdade, caráter e trabalho árduo. Boaz reconhece e valoriza as qualidades de Rute, garantindo sua proteção e bem-estar.

Sobre

Categorias

Categorias

Extras

No Portal você encontrará Comentários da EBD, Resumo de Livros e Esboços para Sermões

Subsídios para EBD
Sermões Bíblicos
Resumo de Livros

Dicas de Leitura
Subsídio para Missão

Aprenda Mais

Copyright © 2023 CTEC Vida Cristã. Todos os direitos reservados.